Na probabilidade... vota no diabo!

Porto Alegre, RS, 2013
Vou digitar apenas umas poucas palavras sobre o pequeno louva-deus. Este pequeno inseto é muito interessante, se move diferente de outros seres vivos. Ele parece que tem conhecimento da maldade humana e quando qualquer homem se aproxima, tem reações de fuga em movimentos bastante estranhos. Para vc ter a noção deste pequeno vivente, a plataforma que ele esta apoiado é o final de um cabo de vassoura.
O carinha era pequeno mesmo... mas eu perdi alguns minutos observado, são seres incríveis. Bem... agora mudo de assunto. O incrível e valioso da liberdade é justamente a opção de escolher... Escolho arriscar, e então perco ou ganho, mas desta forma vivo a possibilidade. Quem cuida destas probabilidades diria que entre ganhar ou perder, existe duas opções, há somente 50% de chance para cada um dos lados. Contudo, a matemática, bem como toda ciência, precisa ser adicionada de fatores relevantes para que o cálculo seja existente e justo. Se o carro sem gasolina estiver no topo do morro, seria muito fácil dizer que ele pode ou não descer a ladeira e desta forma atribuir duas possibilidades com percentual de 50% para cada, mas na verdade vc trapaceou! Omitiu que o carro estava com a roda dentro de um buraco, que funciona de forma mais eficiente que um excelente freio. Ao soltar o freio de mão... o carro fica estático. A diferença entre mentir e omitir pode ser mínima... de acordo com a circunstância, agregar informações pode ser um gesto da honestidade. A política brasileira parece que esta fazendo mau uso destas oportunidades. A cada nova época de eleição, os eleitores escutam estas formas de manipular a reflexão do povo. E aliás, que povo burro nós somos! Damos emprego a quem faz coisa nenhuma, pagamos muito bem, ainda conseguimos manter jogos de interesse entre partidos. Parece que não basta para os eleitos simplesmente ganhar um emprego temporário de 4 anos com excelente salário, grande parte deles usa para beneficiar a si próprios de forma direta ou indireta, com favoritismos e indicações, e até mesmo com jogos ilegais para manipular e extrair dos cofres públicos a grana almejada, custe o que custar! A rainha disse para os soldados em relação a Alice: "Cortem a cabeça dela!" Assim acontece com o povo que nem mesmo responde aos efeitos dos governos matreiros. Esquecemo-nos que votamos em alguém, derrubamos um para colocar outro crápula no sistema. E com ele vem toda uma "patota" de salários bons e oportunidades temporárias. Todo mundo vê, fazendo de conta que não existe... Têm gente que perde tempo dizendo que já viu E.T., pois digo que eles não nos fazem mal algum, já os políticos do Brasil...
Quando vc for votar, na falta de opção, escolha! Lembre-se, o político que faz promessas é um mentiroso... ele diz que vai ou que não vai fazer, e faz ao contrário. Na dúvida, vote no diabo, pq ele diz pra vc o que vai fazer. O diabo é mal? Pode ser... mas ele não mente!