No lago do Parcão... as aves!


Cada situação da vida nos leva para uma oportunidade única, algumas são situações que jamais serão reprise, outras quem sabe... Trabalhando para um amigo no tradicional parque do Moinhos de Vento, fiquei ao lado daquela natureza que é quase um oásis dentro do cenário mais urbano que Porto Alegre pode ter. Ali, residem animais, em sua maioria aves que não sei identificar. Também estavam sobre as pedras, diversas tartarugas, visivelmente de espécies diferentes. Os marrecos, ao sinal de pipocas caídas no chão, aproximava-se dos humanos para garantir um lanchinho. Pipocas... ora, gordurosas e salgadas. Algumas pessoas ainda imaginavam que um grande favor estavam a fazer por alimentar as aves. Estranho pensar que perdemos a noção de tantas coisas... nos alimentamos mal, dormimos mal... nos comportamos mal, e até insistimos aos animais que nos sigam. Mesmo assim, as aves são sempre muito simpáticas e se torna um prazer de importância estar junto deste resquício de natureza. Felizmente, nestes locais, ainda mantemos a segurança dos animais... que estejam sobre a vista, pq aqueles que não estão, sempre afugentamos. Vamos enjaular todos?