Pelas ruas... viaduto em Teresópolis da perimetral (Aparício Borges e Teresópolis)

Viaduto sobre encontro das Avenidas Aparício Borges e Teresópolis, 2014.
As ruas de uma cidade que clama por liberdade verdadeira, por condições, por dias menos cinzas e úmidos. Hoje pela manhã fazia um belo sol na zona sul, mas veio este céu cinzento por volta do meio dia, e acho que até abriu de novo e tornou a fechar. Coisas de Porto Alegre, mas isto é coisa que não têm o que fazer, a gente convive com este curioso clima na capital. Hoje, peguei a bicicleta e passei por ali. Me lembrei que bem ao fim desta passagem de pedestre, existe uma faixa de segurança sem sinaleira, onde os carros simplesmente parecem não tocar o pavimento. Eles vem voando... se não fosse apenas um grande problema, alguns metros da faixa de segurança, existe um terreno em descida, aberto. Sobre a rampa do terreno tem usuários de crack chegando e saindo. Para prefeitura, tudo muito normal... porém, as pessoas que circulam no bairro sabem que muitos dos autores de crimes diversos ocorridos no bairro passam horas por ali. Não resta dúvida que o lugar é belo, tem vista bonita dos morros quando não há neblina, também do trânsito que corta Teresópolis. Aos poucos, fica um bairro bonito, exceto pela existência do patronato, também pelo presídio Madre Pelletier, e pelo "formidável" local para fumar crack. Esta é a Porto Alegre que os gestores insistem em afirmar ter melhorado, a cara da copa. A copa que me fizeram engolir goela abaixo...
E eu só queria dizer que sou um jornalista de verdade. Eu vejo problema, critico e abordo os assuntos independentes da política. Quem faz política não é jornalista... pensa que é! Jornalista retrata a realidade!