Cactus no Vale da Morte

Death Valley, 2014.

Aqui no Death Valley (vale da morte em português) é possível observar a vegetação típica. O calor é insuportável nos horários críticos, algumas vezes por volta de 50 graus Celsius. Apenas a fauna e flora adaptada pode sobreviver a condições tão severas do clima, que a noite ou no inverno responde de forma contrária a que presenciamos aqui na data em questão. Deixei o conforto do automóvel com ar condicionado para ir atrás destes vegetais especiais. Fui lá, fiz as fotos, e no retorno me deparei com insetos que se pareciam pequenas cigarras em um arbusto. Saí caminhando sem prestar a atenção onde pisava e acabei chutando acidentalmente outro pequeno cactus, outra espécie. No impacto, vários espinhos perfuram meu tênis, um dele atravessou e cravou no pé, próximo ao dedão. A dor foi intensa... removi o tênis com cuidado após retirar o espinho quebrado. O espinho havia entrado cerca de 1 cm no meu pé, mas conseguimos remover sem problemas, e ao que parece esta tudo bem. Estas são as histórias de andarilho que não deixo de viver, mesmo que pareça haver um ônus. As histórias são minha garantia de reflexão, existência e crescimento profissional.