Protesto "vem pra rua" de Porto Alegre contra o governo


Foi no domingo 15 de março de 2015... uma das manifestações mais interessantes que já presenciei. Acordei cedo, pois mais uma vez eu trabalharia para a Sociedade Audax de Ciclismo. Das 4:30 da matina na zona sul de Porto Alegre para a largada da prova em São Leopoldo. De lá, acompanhando os ciclistas que pedalariam 200 km ao término da prova, fomos a Rolante e Santo Antônio da Patrulha. Ao estar liberado, retornando passei por Novo Hamburgo onde a BR-116 estava bloqueada por manifestação contra o governo. Passando por ruas laterais, engarrafadas, segui para Porto Alegre, pois queria fotografar o protesto da minha cidade. Sou um jornalista, tenho minha "finalidade profissional", mas neste dia eu faria também um registro pessoal... eu coleciono fotos de protestos. Podemos dizer que é uma finalidade profissional também, mas existia um querer fotografar além do ofício. Eu queria ter justamente o retrato de um momento onde 100 mil pessoas se posicionavam a respeito de algo. Sem ideologias políticas ou partidárias, pois não sou militante ou torcedor, empunhei a máquina registradora do tempo e garanti o que eu gostaria de recordar quando chegar aos 90 anos. E se meus olhos e me mente permitirem, estarei olhando para estas imagens lá por 2050 relembrando o lutei para ser. O luto para ser alguém que expressa a realidade, entre conflitos internos e externos, caminho para um ideal jornalístico. Eu vi milhares de pessoas protestando em minha cidade, depois de trabalhar por mais de 12 horas voltei para casa... e vi em mim a satisfação por fazer algo que amo. Amo o ofício... pague pouco, seja desconfortável, duro e não reconhecido, é meu exercício de trabalho. Lutarei por ele... estarei em dois lugares se possível, ou quão difícil seja!