Making of... trabalho do trabalho!

No momento exato do pulo do modelo mirim, câmera (com flash sincronizado) foi disparada, e foi realizada a foto da atividade. A captura da imagem se dá no momento em que a luz do flash estiver acesa, isto acontece numa fração de tempo muito pequena. É preciso estar muito atento para acertar o momento. Foto: Roberto Furtado / Studio Fotograma
          Trabalhando como parte da equipe de um estúdio, de nome Fotograma, exercito situações inusitadas. Na recente produção de material que atenderá uma revista comercial, além de múltiplas tarefas que executei, fiz também as imagens estáticas do making of do Fotograma. Curto muito participar destas produções... é uma forma de "arrastar"parte do aprendizado para dentro do meu trabalho de cotidiano. Quem sou fotojornalista, eu e muitos amigos sabemos... agora fazer apenas uma tarefa a vida toda poderia ser um desperdício de oportunidades. O que a moda pode oferecer ao fotojornalismo? Bom, acredito que técnicas, reflexões e muitos contatos. E não preciso dizer que trabalho é trabalho... o que vc ganha em produção sempre vai estar acima da maior parte dos trabalhos de fotojornalismo. Fazer trabalho do trabalho é algo produtivo. Você esta contando uma história que em essência não vai se repetir... é fotojornalismo!

Fotojornalismo...
           
             Fotojornalismo é conceito... não me venha falar de fotojornalismo de casamento como um exercício profissional, pq fotojornalismo é a atividade. Se vc faz fotos de fotos de casamento, isto poderia ser fotojornalismo se for para contar a história. Publicar um livro sobre isto seria fotojornalismo da atividade em questão. Fotojornalismo pode ser sobre qualquer coisa... alguma coisa que o fotojornalismo precise abordar. Não é o estilo fotográfico na condição de outra atividade com fotografia. Cada um pensa o que quiser sobre isto... o conceito de fotojornalismo é produção de informação para mídia. Acho meio esquisito ver pessoas defendendo isto em redes sociais, pq fica claro para mim que estão cometendo erros achando-se com razão para defendê-los.