Momento

Foi em algum lugar de Los Angeles, acredito que nas proximidades de Venice Beach. 
                  É sentado em minha cadeira de frente para o teclado que arrumo o tempo mais precioso para minha estrada evolutiva. O termo jornada espiritual me parece adequado se não fosse o fato de estar imóvel na perspectiva da física. Não há deslocamento, como poderia ser uma jornada? Ao adentrar em um túnel de questionamentos, percebo que este momento torna-se sem volta. Você nunca mais será a mesma pessoa. Faço isto desde criança, e notável é tal capacidade humana, pois de outra forma não aprenderíamos tanto. Com erros ou acertos, este é um caminho que eleva seu autor, sempre! Estranha fase vivi, onde as mudanças foram tão expressivas que me assusto quando penso que jamais imaginava isto... e fico curioso sobre o futuro, pq se não imaginava isto, quanto mais da vida vai me surpreender? Isto me parece um sistema infinito de oportunidades. Parece um pouco cansativo as vezes e nem por isto seria menos divertido e confortante. Crescer... existência é comprovada por observação, crescimento é justificativa para existir. Entre existir e viver há uma linha tênue que confunde quem estiver sem um propósito, mas até mesmo ter um propósito é algo simples... evoluir não poderia ser um propósito mais plausível. E propósito pode ser algo tão pessoal em sua importância que todo formato de vida pode parecer inútil e ao mesmo tempo sensacional, basta que a perspectiva esteja sempre flexível. Fui encontrar amigos do tempo do colégio... estranha sensação que me deparei. Ao ver dois deles, tocando violão e cantando, e percebi a mágica temporal que nos inserimos sem jamais pensar. Eles estavam ali, em seus corpos, veículos da consciência humana, fazendo exatamente o que fariam 25 anos atrás. Mesmos sorrisos, mesmas brincadeiras, mesmas necessidades... As condições que cada um deles vivenciou, bom, certamente os elevaram a um patamar da grandiosidade humana. Melhores que ontem, certamente que mais complexos... você pode ter certeza disto ao oferecer uma pergunta complexa. Haverá, certamente, uma resposta de acordo... 25 anos de evolução. Me causaria surpresa se não fossem tão bons nisto... e claro que há causa e resultante. E pense no tempo de cada um, algum tipo de exercício que depende também de outros que te circundam. Este é o papo mais difícil que eu teria para explicar, tanto, que certamente me farei fracassado ao fim desta argumentação. O lugar onde fui parar depois de 25 anos após a escola.., bem, a maioria diria o nome da rua e cidade... eu não vejo assim. Estou em algum lugar dentro de mim mesmo, onde passei a controlar parte das minhas emoções, com clareza e serenidade. Por um momento, estive em um lugar onde eu podia tocar os ponteiros do relógio e observar as pessoas se movendo lentamente, mas este é um equilíbrio temporário, eu acho. Foi num lugar que a ausência de sentimento me posicionou brevemente... eu fiquei sentando no topo de um prédio, escolhendo o deslocamento temporal. Ah, isto vai ser muito difícil de vc entender... e por isto, vai me chamar de louco, mas eu vi as pessoas se deslocando lentamente para frente e para trás. Como se eu pudesse controlar tudo... absorver, externar, alterar meu meio! Então, aconteceu novamente... e tudo passou a andar no ritmo que sempre vi... tudo igual, sem controle, sem escolhas, a trajetória do que entendemos como destino. Foi uma emoção... agora sei. Toda vez em que estivermos plenos... realmente plenos, dominaremos um estado de consciência que surpreende até nós mesmos. Eu não sei se quero voltar para este lugar, pois estou num outro lugar que pensei não existir mais. E eu vejo que não estou sozinho... no entanto, até vc saber como lidar com isto, algum tempo vc perderá... ou ganhará, depende da resultante. Não depende de ti... por isto, tal de destino. A sincronização de tudo é uma curiosidade que tenho, como funciona? Energias independentes que se organizam e formam um resultado... duas consciências, duas energias, duas forças sincrônicas que buscam o equilíbrio. Algumas vezes é uma questão de organização e tempo existente para isto... tempo e caminho, bem, estes geram um momento. Não estou aqui pra dizer como chegar lá... só pra dizer que já estive lá. Estou vivendo outro estado, não sei como vou lidar com isto, mas acredito que o bom da vida é justamente isto, de viver momentos!