Razão de cada um...


               A gente vive de oportunidades... Tenho pensado muito, como sempre, eu penso muito! E se não fosse isto, eu não teria aprendido e mudado tanto. Contudo, fica claro o quanto preciso aprender... eu sei bem pouco sobre a relação com pessoas e eu li uma matéria sobre este estado de espírito recém solteiro, algo que aflige muitos que foram casados ou tiveram longos relacionamentos. Há um espaço temporal que afasta as pessoas que estão ou estiveram em longos relacionamentos das demais pessoas do "sistema". É como se uma pessoa que foi casada por longa data, estivesse fora da vivência diária que acomete todos... e com isto ela se torna desatualizada frente as mudanças que as demais passaram com o tempo. Quem não esta em circulação não entende quem gira o mundo... vice-versa tem mesmo sentido, me parece! Não bastando que toda relação duradoura traz algum tipo de cicatriz, há ainda este problema aos recém chegados no sistema da carreira solo (solteirice mesmo). Nunca traí no casamento que tive, me sinto até estranho dizendo isto... poucas pessoa acreditam! A impressão que tenho que posso receber uma chuva de opiniões à respeito. A verdade é que os valores mudaram muito... e muitos se perderam pelo trajeto. O que era importante não mais é... Ao exemplo da banalização das relações, tão rápidas que não podem ser exemplos de relacionamentos. Vc sai na noite, mesmo que esteja rodeado de um grupo de amigos, e mesmo assim vai receber várias ofertas para se relacionar no período de uma noite. Basta que esteja, simplesmente, disponível! É uma situação tão vazia, e no meu entendimento incapaz de evoluir para relacionamento estável, que não entendo como tanta gente se atira em coisas assim. Hoje, uma amiga perguntou pra mim... "mas o que tem de errado?" Eu respondi para ela... é exatamente isto, as pessoas não percebem o que tem de errado, elas banalizaram a intimidade. Não quero pagar de bom moço ou moralista pelo motivo de não praticar isto, mas eu me pergunto o que aconteceu com estas pessoas... que mesmo não pertencendo a adolescência continuam se comportando como em tal fase da vida. E foi aí que compreendi pq não consegui me envolver mais. Pq ás vezes tu até acha outro exemplar como vc, mas rolar algo depende de outros fatores, tão complicados quanto este. É preciso que a pessoa esteja numa vibe parecida ou que tenha os mesmos sonhos que vc, ou que tenha algo pra ofertar que possa te atrair. E este último... é demais importante, pq pessoas interessantes possuem uma vida interessante. Eu conheci pessoas interessantes, mas não o interessante que procuro. Vc não conhece pessoas interessantes todos os dias, pela coleção de motivos que citei acima... poucas são apaixonadas pelo trabalho, poucas acreditam que formar laços é o começo para uma relação. Iniciar algo sem ter nada, ou ter apenas tesão por alguém, não me parece uma aventura muito promissora. Em rede social se observa... bastou vc se denominar ou responder que o estado civil é solteiro, para surgirem várias ofertas. Eu me pergunto como as pessoas estão vivendo assim... que razão é esta, que em uma conversa de bar, com tais premissas, me faço parecer um extraterrestre. Será que a maioria dita o certo? Não consigo me convencer desta atual situação dos relacionamentos. E sem falar que... quando você encontra pessoas legais, elas perdem o interesse se vc se mostra interessado. É um jogo inconsciente que me neguei a participar, desde que dei o primeiro beijo. Se estou interessado, digo... poupo tempo meu, e de quem possa estar interessado em mim. É de fácil observação... parece que o fato de ser sincero e explícito com seus sentimentos, torna qualquer um desinteressante, vc acabou com o mistério. Tem pessoas que se alimentam de mistério! O jogo faz sim a promoção da aproximação... mas eu tenho 40 anos, não tô afim de jogar, nem antes, nem agora, e nem depois. Eu vou apenas viver...
Durante a digitação deste me perguntei como deve ser um homem de 40 anos para ser feliz... eu sei a resposta, mas não consigo fazer ela se encaixar no modelo de sociedade que estou observando. Dá pra viver sozinho? Claro que dá... por um longo período, com limitações, com vazios específicos... no fundo são bem poucas pessoas que realmente querem viver sozinhas. E caras como eu não nasceram para serem solteirões... Eu sei que lá fora existe uma garota... entre milhares, talvez centenas de milhares, que servirá no meu porta retrato, e que me fará feliz por me fazer realizar coisas rotineiras. Coisas que já desejei um dia... como buscar um filho na escola, ou passar o tempo na praia em família. E é claro que isto soa mal pra vc... justamente pq vc não é esta pessoa ou não entende o que isto poderia significar. Afinal, razão é uma situação de cada um... vc pode valorizar coisas como o amor, ou noites com parceir(os)as diferentes. Cada um em sua razão... tudo permitido, o mundo é livre. E eu fecho este diário de bordo com uma pergunta simples e outra resposta tanto quanto. Uma outra amiga... me perguntou: "Tu não encontrou ninguém mesmo?" 
E eu disse... não sei, não tive oportunidade de saber! A única por quem realmente me interessei... perdeu o interesse em mim, antes  mesmo de começarmos! Talvez tenha sido algo que fiz... tive quase certeza de que havia encontrado, mas agora é inútil ter certeza. Havia sinais... mas talvez, simplesmente, não fosse a hora certa. 

PS: Eu acho que com esta história de peito aberto matei a curiosidade de muita gente hoje! Muitas pessoas me observam sozinho desde que me separei, questionando como "um cara tão legal" não encontra alguém? Estou me convencendo que sou este cara tão legal de tanto que escuto isto... mas por outro lado duvidando, pq de outra forma, já teria comigo a garota que sonho, pois sei que ela esta por aí...