O ganhar do tempo


           Nós queremos mais minutos do que o dia nos oferece... aliás, queremos, sempre, mais! Procurei uma receita, um passo a passo para economizar e aproveitar melhor cada minuto, mas em algum momento parei de fazer isto por pensar que era impossível. Não havia como desenhar uma linha do tempo flexível em material elástico... o tempo não se comprime, não se expande, ele tem formato definitivo. Quando reencontrei alguém tomei novas lições sobre o tempo... e o tempo com ela tinha um andar diferente. Algumas vezes parecia mudar de velocidade aleatoriamente. Diz uma música da banda Vera Loca: "A velocidade de tudo que acontece depende de você... Tá ruim demora, se tá bom vai embora... e o tempo passa, sem a gente ver!" 
De alguma forma, tentamos controlar o tempo... mas o tempo depende do que cada um faz. Cada linha temporal possui uma trilha sonora e destas versões do tempo surgem as muitas formas de ver o tempo correr. Eu ainda procuro pelo ritmo, pois sou eterno aprendiz e me parece que o tempo não vai se encaixar em mim. Preciso me formatar ao que o sistema temporal me apresenta. Nem todo mundo sabe correr, ou usar melhor o tempo... e talvez este nem seja a causa das diferenças, talvez elas apenas sejam como são. É fato que não existe exatidão para vida, ela se apresenta como quer... mas quero ganhar do tempo, e ela quer mais ainda. Sei que a vida preparou nossos desenhos e que a folha de papel não se apaga no passar do tempo, riscamos por cima! Mudamos o traçado, a textura, o modo como seguramos o lápis e mudamos o tema sobre o que queremos desenhar. Me vi em uma diferente e natural experiência, querendo mais, mas sem saber como fazer. A gente tenta ser apenas a naturalidade... mas isto é como impressão digital, cada detalhe possui uma identidade própria. Não há como viver lembrando da aspereza ou achando que tudo vai ser igual, ou tudo diferente, ou perfeito! Há uma dificuldade que parte de nós mesmos na forma de controlar o tempo e o desejo... e me vi livre sendo orientado pelo tempo. Um tempo que não era meu apenas, um tempo compartilhado, fragmentado entre divididas fatias de outra vida. A parte que me cabe é sempre boa... diz respeito ao fundir de dois tempos, mesmo que seja por uma fração bem pequena. Talvez os pássaros sejam mais espertos que nós, pois na velocidade conseguem fazer com que o tempo se desloque para outro momento. Aí me parece que ela sabe como ganhar tempo melhor que eu... que fico mais preocupado em como fazer do que propriamente com o aproveitar. Eu me melhoro perto dela... me justifico, me oriento, me adapto, curto o fato de pensar que posso protege-la, embora ela nem precise. Ela gosta da sensação, mesmo que não precise. Isto diz respeito à ganhar do tempo... é esquecer que o tempo passa e ficar pensando só no que importa, que é viver. Volta e meia ela me surpreende, me ganha, me perde, me ganha outra vez. Ali vi que ganhar tempo é montar um quebra-cabeças com regras que se moldam ao sabor do vento... e precisamos de asas, para que assim, possamos dar a volta, pelo lado e construir um atalho, outro caminho, nova tentativa. Se tem como fazer? Eu não sei... mas não vou deixar o tempo passar, vou tentar. Se ela quiser pegar na minha mão... bom, vou gostar, ou vou corresponder, que seja o tempo que nos couber, que seja como for. Talvez a gente sincronize, talvez não... preciso conversar sobre o tempo com ela. Aprendo muito... de outra forma não queimaria tempo. Espero ganharmos tempo com o outro... ela, certamente, muito melhor que eu, mas eu... muito mais paciente que ela no ato de tentar. Cada um parece ser melhor em algo... como disse uma amiga virginiana: "a diferença faz bem, imagina que chato se fossemos iguais!"
Fiquei pensando que talvez eu seja muito bom em "dar um jeito" no tempo que tenho... porque ele passa e nem vejo. Quanto a minha virginiana... vou esperar ela na estação do trem, como sempre e num passo de tentar ganhar do tempo. E deixar tudo se acomodar sem pensar... pois me parece que pensar sobre pensar é que me faz errar no tempo. Então vou deixar a time line passar enquanto espero ela na estação.