Acelere

Mono Lake... um bom lugar para refletir! 
                Os fatos, pensamentos, escolhas, não escolhas dos caminhos... andei muito sem orientação, muito com orientação, frágil e forte, algumas vezes desatento. Há uma condição em nós mesmos que nos motiva a caminhar sem que saibamos que estamos... deitado sobre a cama, logo após acordar, pensamentos mil como se um computador estivesse sendo iniciado para um novo dia. Tantos pensamentos em start buscando o passo seguinte... eu, muito tranquilo, pensando em TCC, fotografia e nos projetos que já devia ter terminado ou mesmo iniciado. Na grande esfera e na prática existência muito parece começar sem regras, normas que nos conduzem, mas ao longo nos encaixamos sobre trilhos que nos levam aos lugares que não tiveram outros aventureiros. Somos únicos... por isto, então isto! Cada oportunidade deve ser encarada com responsabilidade, sorriso e energia. Talvez a receita para viver seja apenas esta, como numa folha em branco, cujo autor se apodera de um lápis e liberdade para traçar o que bem entender, de mente aberta. Eu costumava pensar o que seria de uma fotografia se ela tivesse apenas dois tons de cores... imaginando que poderia nem existir. Agora, me parece que percebi que entre as minhas, como esta acima, surgem estranhas coincidências que mostram que algumas coisas já experimentamos sem saber ou lembrar. Azul e branco... um lago inteiro, de margens esbranquiçadas no meio do continente, salgado, sob um céu infinitamente azul. Caminhos... que te levam, que te buscam, que te envolvem em pensamentos. Não há uma segunda chance igual para algo... nunca, nada se repete, não se desloca ou se remonta da mesma forma, pois o pensamento é mais rápido do que os fatos e a cada experiência se recalculam as condições. Ao esperar se encontra uma nova condição com o passar dos segundos... ao enfrentar se vive o real! O tempo passará de qualquer forma e todo que tens não mudará... vive mais quem acelera a vida!