Evolução...

Estrada Granja Vargas, Dunas Altas. Foto: Roberto Furtado
          Das coisas mais estranhas que eu vivi até hoje, estão justamente aquelas que nos deixam com perguntas que circulam em nossas mentes e que geralmente jamais entregam uma resposta com o tempo. Eu vivi uma estrada, vivi alegria e desventuras, mas por mais que o momento possa ser obscuro, no dia seguinte existe a iluminação. Ninguém se afunda e na tristeza fica para sempre... tristeza é um artifício passageiro que nossa mente cria, tampouco isto acontece sem motivo. Acredito que tristeza é uma criação da nossa mente, justamente para apreciarmos a belezas e felicidades, pois estas sim são mais duradouras. Muito lúdico meu pensamento? É possível que jamais compreendamos uma circunstância negativa como trajetória necessária ou positiva, mesmo que esteja encerrada, mas é justamente das vivências ruins que retiramos o que há de mais valioso no ser humano. E é claro que estou falando do aprendizado e desta evolução. Estou vivendo um novo momento... encontrei a paz quando tudo ficou claro. Somente quando vc coloca tudo fora e torna a juntar somente o que interessa é que encontra a sabedoria para reconstruir tudo que precisa para ser pleno. Que fique claro, plenitude é um estado temporário... vc vai viver, novamente, momentos onde não estará em total estabilidade. E a vida e a natureza são assim... o mar é a prova de que tudo se encontra em movimento! Mar revolto sempre dá lugar a calmaria, e da calmaria virá águas menos tranquilas, e novamente calmaria, na sucessão dos tempos, volta e meia grandes tormentas. A mente do homem imita o mar... pq o ciclo do equilibrio, das energias, rege tudo que conhecemos. Há tanto por saber, mas é notável que isto que conceituamos de física responde o inexplicável ou tenta! Tudo é energia e não sabemos os motivos pelo qual tudo flui de um lado para outro, como se não ouvesse motivo, mas há... e um dia, a humanidade terá estas respostas. Não terá relação com nenhuma religião, talvez, nem mesmo na ciência, que atualmente conhecida como explicadora cética do que pode ser comprovado. É hora de abrir a mente e perceber que estagnamos... e precisamos dar um novo passo. Entraremos em novas tecnologias, novos conceitos, novas formas de viver serão criadas, novas permissões e concessões! E é refletindo sobre estas questões que crescemos, geramos novas linhas de raciocínio, onde tudo recomeça por uma nova teoria. E a resposta de pq é assim... bom, é pq precisamos! Marasmo é para pedras! Vivo o recomeço... encerrei uma etapa muito importante na vida, onde o que era importante agora não tem a menor importância. Agora, o importante é o presente, e o passado teve sua importância... o passado foi importante para eu evoluir. O passado não significa nada, além de compôr o trajeto com os check points (pontos estratégicos e relevantes em nossa evolução).

Amizade até onde a vista alcança...


              A maturidade... sabe que maturidade é um exercício? Sim, a gente exercita os olhares para reagir aos acontecimentos do mundo, e a evolução é uma resposta mais madura! É muito bom poder olhar o mundo de cima. Deste lugar mais alto, privilégio da estrada, dita maturidade, surgem perspectivas. Vc olha para frente, olha para trás... é como farelo de pão em cima de uma mesa. As migalhas devem ser varridas para manter a mesa em ordem. Sempre fui mentalmente desorganizado... mas tenho uma sede por realizar. Eu me julgava maduro com 25 anos, mas não era! Eu me julgava maduro com 30 anos, também não era... eu não sou maduro ainda! A diferença entre antes e agora é que antes eu era extremamente imaturo e despreparado, mas me via de forma oposta. No entanto, agora, penso completamente diferente... eu me julgo imaturo. possivelmente pq entendo quanto falta para eu chegar em um entendimento do que preciso para evoluir. Note, sem humildade, vc não reconhece erros. Não posso ser irredutível, de outra forma não evoluiria, certo? Estou certo de que ao completar 90 anos, me sentirei assim também. Eu perdi a certeza muitos anos atrás... e quanto mais incertezas eu tinha, mas me crescia a curiosidade e humildade para saber que não sabia as coisas, e então correr atrás. Um amigo me disse que isto é maturidade... pode ser! Prefiro não vestir a camiseta da aceitação... não sou maduro, não sou dono de razão alguma, não decido pelos outros! Sabe que ninguém é maduro por alguém... a pessoa precisa enxergar aquilo que necessita, viver suas próprias experiências. É tal da maturidade, a própria sabedoria, mas para que venham elas, necessária será a tal da humildade. Ao longo da minha vida eu descobri muitas coisas... minha mãe sempre me diz que devo seguir meus instintos. E todas as vezes que não o fiz, me dei mal ou perdi algo... e se falo em perder, digo que perdi tempo, perdi oportunidades, quase a coragem! Algumas decisões eu devia ter tomado há muito tempo atrás... mas aí a gente lembra que o tempo de cada um é um relógio com ritmo próprio. Não dá pra acelerar relógio! Não dá... é a tal da maturidade que a gente queria ter, mas ele surge na hora certa. Para todas as coisas, há um tempo certo... tal de "era pra ser", mais ou menos, destino, momento certo, entrega pro universo. A grande vantagem de vc estar aberto para as situações quem vão se montando na sua vida é perceber que nada é tirado de vc, mas tudo lhe é ofertado com a mudança de rota. Medo eu teria se não tivesse a oportunidade... pois escolhas são difíceis, mas o que surge pela frente pode ser muito melhor. Isto, estou vivendo... no presente! Eu vejo coisas incríveis se montando nos meus dias... eu me abri para o mundo, eu perdi a vergonha, eu aprendi a separar os sentimentos, eu abri os olhos. Os amigos antigos que fiz, vejo-os de vez em quando e guardo com carinho, beijo-os no rosto e abraço com alegria quando os vejo. Os novos, mesmo tratamento... é uma incrível sensação de amar tudo e todo mundo, e tudo lhe é devolvido com a melhor qualidade. Amor sincero, entre amigos, pode ser mesmo sexo, sexo oposto, tudo com carinho, sem maldade, irmandade! Aí... entra aquela história, todo mundo pronto pra ti, disposto a te ajudar querem te levar pra casa e fazer um chimarrão pra uma longa conversa. E sabe que me surpreendi quando lancei o projeto "Rota dos Faróis", pois alguns amigos que são super simples, me fizeram doações de 100 reais. Confiam e acreditam na necessidade do meu trabalho... mas evidentemente, que o carinho que tem por mim, supera qualquer confiança. Se trata de um amor, alicerçado por longas caminhadas. Um andarilho deve ter este espírito, pra crescer... eu tenho orgulho e alegria, eu tenho feito amizades longe de casa. Tem gente que esta a milhares de km e me manda mensagem dizendo que tem saudade de mim... que me ama! Cara, pode ser melhor gerar esta reação nas pessoas? Eu tenho amizade até onde a vista alcança... é perfeito!

obs: a Vakinha para o projeto Rota dos Faróis esta aqui:
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/rota-dos-farois

Calmaria


            Todas as postagens aqui tem uma relação com fotografia, mesmo que o tema fotográfico ou a técnica não sejam expostos no texto. Toda fotografia que uso é para ilustrar e dar um sentido extra ao material que escrevi. Eu gosto de pensar, acho que demais... um amigo me diz que eu escrever me liberta de tudo que não consigo entender. Ele acha que o que vivo não é um problema, eu também acho, mas eu vejo que alguns outros amigos acham que deveria desligar mais. Acho que isto é de cada um... posso parecer calmo, mas minha mente anda em alta velocidade. E sinceramente, prefiro ser assim do que ser proprietário do vazio... se eu fosse dono da ausência me acharia um desafortunado. Ter conteúdo é significa bem mais do que ter algo bonito para dizer pq vc lembrou de um verso ou texto... significa que vc concluiu isto, muitas vezes, sozinho! O mérito esta na autoria, não no recital! Creio que eu tenha me tornado esta resultante por meus adjetivos... e meus defeitos! O primeiro passo para crescer espiritualmente é reconhecer os erros, assumi-los, e então achar uma forma de não repeti-los. Você não vai ficar sofrendo por isto, mas ter humildade, serenidade e um grande exercício de superação, faz de vc um hábil aprendiz. Algumas vezes, vc vai viver tormentas cerebrais, motivadas por diversas situações, inclusive a perda de familiares e amigos, ou perda de um trabalho, talvez outras do acaso, mas o que importa é que desta tormenta surge uma série de ensinamentos que te darão equilíbrio para enfrentar qualquer coisa. É estranho como tudo se relaciona... vc pode ver que o mar é um termômetro de como estão as coisas no planeta. Se em algum lugar ocorre uma tormenta, logo vc fica vendo isto na beira da praia... e quando a tempestade passa, a beira da praia também se acalma. Vc pode ter certeza que todo mundo passa ou passou por isto... especialmente este que vos escreve. E sabe pq eu escrevo? Primeiro, pq me faz bem... é dos meus maiores hobbies, depois pq acho realmente que consigo ajudar outras pessoas. No momento, minha mente é este mar acima... tudo muito tranquilo, mas tenha certeza que eu nadei em águas mais revoltas até chegar aqui. E não se engane, quem aparenta viver uma calmaria, não necessariamente esta nela, as pessoas se reservam, escondem, e vivem afogadas em ilusões. Quem externa geralmente encontra ou encontrou a paz, mas quem guarda, permanece nadando... só fica a dúvida de como um vivente consegue aguentar tanto tempo. Eu, bem, eu... encontrei a minha paz, ela reside em mim. Devo isto aos amigos também... ninguém chega sozinho aos lugares mais confortáveis. Não há nada melhor que o abraço de um amigo e esta sensação é que te eleva ao patamar de escolhas bem realizadas, escolhas muitos simples na grande maioria das situações. Sobre o que cada um se torna... bem, acho que cada um faz escolhas ao longo da vida. Estas escolhas montam seu perfil, mas tenha certeza que é esta estrada, em seu perfil de dificuldade, que acaba colocando sabedoria no teu caminho. 

A metamorfose ambulante... Marinheiro de segunda viagem!

Algum colióptero que encontrei por aí...
        Todo mundo passa por transformações... elas se apresentam diferentes em cada um, pq as experiências e oportunidades, também as histórias de família, são diferentes. O fato é que mudanças não são ruins, são boas, nós é que somos resistentes para mudanças pq toda mudança exige desconforto. O que é mais fácil? Ficar como esta ou mudar? Mudar representa uma dificuldade, pq demanda energia extra. Andei pesquisando muito sobre relacionamentos... tornou-se um assunto do meu interesse, desde que me separei. Como já faz algum tempo, me sinto bem, mas a mudança foi difícil. Os animais e seus ciclos reprodutivos, desvendam algumas indicações... percebi que muitos são os animais monogâmicos. Certamente que esta iniciativa cultural se montou ao longo da história por motivos da segurança familiar e estrutura de pequenos povos, até que se mostrou em alguns casos, ineficiente... e aí vieram as questões de alterações nestes modelos. A sociedade permanece envolvida de que isto é o correto, mas muitas pessoas já não vivem desta forma. Não estou dizendo a qual situação pertenço... até pq durante 18 anos fui fiel a uma única mulher, porquê assim queria ser, e não por falta de oportunidades. E não posso me posicionar com garantias sobre homens se comportarem como eu, ou mesmo pensar que pensam de mesma forma, porque o mundo é diversificado. E também não poderia de forma alguma falar sobre mulheres, porque elas são um universo diferente do homem, e nenhum homem saberia como elas realmente gostariam de se comportar. A gente sabe que entre linhas há sempre uma resposta diferente, tanto pq as pessoas não são totalmente honestas, como também pq possuem medo de se expor. Este é um problema que derrubei... passei a falar de tudo, com liberdade e naturalidade, porque tenho amigas mulheres e decidi que não gostaria de parecer diferente do que sou. Acho que a prisão psicológica é desnecessária. Eu vivo com a minha verdade, sem mascarar nada. 
O interessante do ser humano é a capacidade de adaptação... a gente se adapta as situações que vive, e isto é uma extensão da sobrevivência. Nós precisamos superar... é um traço evolutivo que garante a perpetuação da espécie, através do indivíduo. E eu cheguei a conclusão conversando com amigos, outros separados, ou que viveram grandes amores... nenhum homem amou ou amará duas mulheres da mesma forma em vida. Não é uma questão de cada pessoa ser diferente e então receber um amor diferente. Um homem amará uma mulher e se esta ligação for quebrada, ele jamais amará com mesma intensidade uma segunda mulher... mesmo que ele tenha esquecido completamente a primeira. Isto explicaria o fato de que muitos homens jamais se casam novamente, ou ficam vivendo longas fases de relacionamentos curtos. Eles precisam reaprender que jamais haverá compensação ou equiparação afetiva. Nenhuma mulher consegue prender este cara novamente,,, pode ser ela doce, compreensiva, única! Se esta segunda mulher na vida de um homem for espetacular... ele se casará com ela, mas ela jamais vai conseguir promover esta magia neste homem (nosso hipotético marinheiro de segunda viagem). Nenhum homem vai confessar isto a nenhuma mulher, mesmo que ele esteja muito bem em sua nova relação. A verdade é que para tudo há um encanto... encantos que se quebram se tornam impossíveis de serem refeitos. O homem se encanta com uma mulher... e com ela, somente, terá esta experiência. Já, no caso das mulheres, acho que isto é diferente... elas se apaixonam diversas vezes durante a vida. E isto é bom... só que elas não devem esquecer que, a não ser que encontrem um marinheiro de primeira viagem, jamais terão este homem com o mesmo domínio. Ao mesmo tempo que isto parece ruim, na verdade estamos falando de um homem mais maduro... capaz de ser um homem melhor para sua companheira, mas não confunda sentimento com maturidade. Este foi um bom papo de homem... não sou especialista, de fato, não sou. Vivi minhas experiências e continuo vivendo-as... e isto me parece não apenas coerente como muito lógico se pensarmos em pessoas de nosso convívio. Há muitos exemplos... reflita, e curta sua relação com os limites que ela possui. É isto que alguém pode oferecer pra vc? Dá pra melhorar um pouquinho? Sim, tudo é possível... mas há um limite para uma linha ser tensionada. Não estique-a demais...

Atualização de reflexão: hoje, 29.04.2017, atualizo minha posição sobre este tema. Assumo que a situação anterior não me permitia observar a possibilidade. Faço atualização para que fique esclarecido que entendo que existe sim o marinheiro de segunda viagem, mas ele pode voltar a ter fortes emoções novamente. 

Humano

Balneário Dunas Altas, RS, 2007.
Dos assuntos mais delicados que existirão... refletir sobre os erros são habilidades para aqueles que realmente buscam o crescimento próprio. Cada qual com suas perspectivas e ambições... mas eu decidi há tempos que iria entrar nesta escola da vida para tirar proveito e ser alguém cada dia melhor. Muitas vezes eu me posicionei sobre o ícone "ambição" como sendo um vivente desprovido, pq sou muito desapegado aos bens materiais. No entanto, sempre me esqueço que se há uma ambição em mim, devo dizer que se trata de sede de evoluir neste frame humano que habito. Penso muitos nos erros... nos deslizes, nas gafes, nas infelizes argumentações e pensamentos. Ora, quem não erra? Errar é meta humana do aprendizado... só erra quem faz ou tenta. Ultimamente tenho tido muitas oportunidades de presenciar meus erros e meus acertos... E o que noto é que as pessoas erram muito, e geralmente elas tentam atribuir estes erros ao outro, não a elas. O passo mais importante para evoluir é aceitação do erro e iniciativa de solução para tal situação. Não digo que vc vá sair pedindo desculpas para o mundo, mas você tem condições de antecipar alguns erros, ou pelo menos não repetir, baseando-se nas experiências da vida. Eu não tenho certeza de que escolhi os melhores caminhos, aliás, vejo muitos caminhos de equivocadas decisões. Uma grande parte disto é imprevisível como uma loteria, mas vamos dizer que vc sabe muito bem o que dizer e o que não dizer para não magoar as pessoas. Algumas vezes escorregamos e dizemos coisas que poderiam ser evitadas, mas tem aquela fração de distração, esquecimento sobre o que compreende a vida de alguém, especificamente algo que aquela pessoa já passou. Isto vc pode errar sem querer... diferente de algo que vc diz para alguém com gratidão e a pessoa devolve algo bem descabido pq guarda uma insatisfação contigo pelas tuas decisões pessoais. Esta privação de teus direitos de escolha, convertidos em grosserias pela outra pessoa estar mal resolvida, isto é uma forma de violência. Talvez o autor não entenda isto, mas é... e o problema esta nas mãos do autor, não em quem conduz sua vida tentando não deixar furos numa estrada.
É falando sobre isto que trabalho minhas habilidades, refletindo sobre as minhas relações com amigos, como profissional, etc. Agora este é um exercício que preciso escrever, pois é a melhor forma de materializar um pensamento. E vejo poucas pessoas fazendo isto... será que elas encontram outra forma de exercício ou simplesmente não o fazem? Talvez aí se explique tanta terapia, tanta necessidade de externar... que se manifesta nas relações do cotidiano, trânsito agressivo, carrinhos de supermercado que sobem nos calcanhares de pessoas alheias... e tem animal de estimação, cuja a orelha vira pinico, amigo que cansa de ouvir lamento, familiar que se desgasta com tanto despejo irracional. É... somos humanos. Aprendemos, vivemos com experiências únicas, exclusivas a nós mesmos, equivalentes nas combinações entre humanos. Quase aprendemos com os erros do próximo, só que não! Ser irredutível é o caminho mais garantido para o fracasso... se engana quem acha que o equilíbrio é algo conquistado sozinho. É na negativa de alguém que entendemos quanto invadimos na vida deste outro... aliás, viver a vida do outro é o que as pessoas mais fazem, seja para falar, seja enriquecer o próprio dia. Coloque graça em sua vida... não deposite graça alheia a tua para que seja assim, talvez, impregnante a felicidade. A verdade é que vc compartilha seus momentos com outros ou os outros compartilham com vc, ninguém deve tentar absorver a felicidade alheia pq a vida esta sem graça. A vida só é sem graça pq vc faz dela assim... crie tarefas especiais sem envolver as pessoas. As pessoas irão até vc... se vc precisa fazer as pessoas irem até vc, algo vai mal. Encontre seu equilibrio... use os erros para aprender. Já pensou ser velho e ficar sempre pisando na bola? Não rola... envelhecer se relaciona com maturidade.